DiscaBlog


HDMI 1.4: O que vem por ai …
01/07/2009, 10:24
Filed under: automação, Cabos | Tags: , ,

Seguindo com mais pesquisas e informações que temos recebido da org. HDMI, conseguimos em primeira mão algumas imagens de como serão os novos conectores.

MODELOS

NOME

APLICAÇÃO

HEAC

canal Ethernet e Retorno de Áudio

Sistema de informacao bi-direcional (100 Mbps), Aplicacoes IP

ACE

Percepção de Conteúdo Automático

3D Video, 4096 x 2160 @ 24Hz

Tipo D

Conector HDMI Micro

Aparelhos portáteis (câmera s e celular)

Tipo E

Conector para sistema automotivo

Aparelhos veiculares com trava de segurança

 hdmi 1.4 modelos

Em seqüência, vocês podem ver o conector E (automotivo), conector D (micro) e o conector A, que é o atual e devera se manter no futuro, mesmo para utilização do sinal Ethernet.

Como já citei aqui, as novas tecnologias apresentadas pelo HDMI 1.4, devem ser suportadas pelos cabos existentes hoje no mercado. Porem apenas os cabos 1.3b CAT.2 (high speed) devem conseguir suportar esses novos itens abaixo :

. Canal de retorno de áudio;
. Suporte a conteúdo 3D;
. Suporte ao novo formato de resolução 4K x 2 K:
• 3840 pixels wide by 2160 pixels high @ 24Hz | 25Hz | 30Hz
• 4096 pixels wide by 2160 pixels high @ 24Hz
. Suporte aos novos formatos de cor (color Space)
• x.v.Color
• sYCC 601
• Adobe® RGB
• Adobe® YCC601

A grande novidade que Jeff Park (um dos engenheiros por trás do HDMI 1.4) me disse, foi que, na verdade, o sinal ethernet devera correr por um cabo diferente, porem com mesmo conector. Assim ele prevê que não haverá necessidade de trocar esses cabos de alta velocidade, pois o padrão do plug atual (modelo A) e o padrão de construção atual para 10,2 Gbps de banda deverão se manter no futuro para todas as especificações do padrão 1.4, e apenas no caso da função Ethernet, será necessário ter um cabo especial.

Para manter os cabos atuais 1.3 CAT.2 em uso, suportando as características do HDMI 1.4 (exceto Ethernet), utilizaríamos a largura de banda de cerca de 5 Gbps que ainda temos disponível nesses cabos.
Vale ressaltar que sem os equipamentos com chips HDMI 1.4 não será possível acessar esses novos recursos, inclusive ethernet. O cabo e o elo mais simples, e preciso modificar antes os chips dos equipamentos para ter acesso a todas as novidades.

No caso do cabo com sinal Ethernet, será introduzido dentro da sua construção um par trançado para levar o sinal. Esse sinal deverá passar pelo pino 14 (chamado de canal utilitário). Fisicamente o cabo terá o mesmo aspecto, inclusive o plug será o mesmo. Com o tempo é muito provável que esse modelo predomine por ser mais completo e poder atender a todos os clientes que querem ou não querem o sinal Ethernet.

Assim a divisão será: Cabo com definição standard, CAT.1 Standard (1080i) com e sem Ethernet e cabos com alta definição, CAT.2 High Speed (1080p e acima) com e sem Ethernet. Para todos o plug será o mesmo, o que muda é a construção dos cabos.

Em breve espero postar uma amostra desses novos modelos para vocês. Ainda não existe um certificado de construção (CTS) para HDMI 1.4, assim temos que aguardar essa resolução, para então partirmos com a produção de cabos.

Em outubro deverei participar da maior feira de eletrônicos da Ásia, irei à algumas reuniões a respeito de assunto e espero trazer algumas amostras para teste. Após aprovarmos os cabos e desenvolvermos as nossas especificações, deveremos lançar um modelo de alta resolução e alta velocidade (CAT.2), com suporte a Ethernet, o HDMI 1.4 AVIS by DISCABOS, em meados de 2010.

Hoje temos em linha o cabo 1.3 CAT.2, que pode ser utilizado com todas as novas especificações 1.4, exceto Ethernet.

Aproveitando, segue mais informações sobre recursos de cor e imagem. Em breve deveremos ver novos recursos no mercado que utilizam ate 16 bits, ao invés dos 8 ou 12 bits de cor atuais. Isso significa disponibilidade para aumentar a quantidade de cor de milhões para trilhões e aumentar o spectro ou degrade de cores, aumentando de 256 quadros para ate 65.536 quadros. Isso quer dizer que as cores e mudanças de tons serão muito mais suaves e darão impressão mais real a imagem. Claro que esse feito e mais perceptível em imagens estáticas.

C.M.



HDMI 1.4: Mais informações para os curiosos …
10/06/2009, 11:04
Filed under: Cabos | Tags: ,

Conforme prometido, segue mais informações em primeira mão:

  

A HDMI ORG. liberou mais informações sobre aspectos relacionados a nova tecnologia HDMI 1.4.

Seguindo algumas das necessidades de fabricantes e clientes, eles acenam para fazer o novo padrão compatível com tos os antigos padrões HDMI (1.0 a 1.3).

Assim sendo, a HDMI ORG., divulgou esse os novos recursos disponíveis na versão 1.4:

. Canal de retorno de áudio;

. Suporte a conteúdo 3D;

. Suporte ao novo formato de resolução 4K x 2 K:

  • 3840 pixels wide by 2160 pixels high @ 24Hz | 25Hz | 30Hz
  • 4096 pixels wide by 2160 pixels high @ 24Hz

. Suporte aos novos formatos de cor (color Space)

  • x.v.Color
  • sYCC 601
  • Adobe® RGB
  • Adobe® YCC601

 Segundo eles, todos esses recursos serão compatíveis com as versões anteriores e deverão ser suportados por cabos HDMI 1.3 Cat.2 de alta velocidade.

 hdmi_novo2

Já a principal novidade que é o suporte a Ethernet, ainda não existem grandes novidades. A priori serão desenvolvidos novos conectores e cabo, já que dificilmente conseguiremos adaptar o existente.

O cabo HDMI com suporte a Ethernet poderá ser em duas versões: Alta e Standard definição.

Já em relação ao plug mini que foi criado para conectar dispositivos portáteis como celulares, MP4 players, Câmeras e outros, foi divulgado uma foto do novo conector:

 mini hdmi 1.4

 Em breve teremos novas informações.

Abraço. 

C.M.



Mercado de cabos de cobre
09/06/2009, 17:06
Filed under: Cabos

Nesse final de semana, a Folha de São Paulo, publicou uma entrevista com o presidente da Sindicel (Sindicato das Industrias de Condutores Elétricos), onde ele citava que as expectativas para esse ano são uma diminuição em torno a 10% no volume com relação a 2008.

Fora isso, O PIB Chileno (movido principalmente pela venda do minério de cobre) vem caindo devido a diminuição na exportação do cobre. Isso demonstra o esfriamento das exportações da China , especialmente.

Percebe-se que o mercado de cabos anda “de lado” nesse período de crise, e espera-se uma diminuição nas vendas nesse ano. Isso provoca, muitas vezes em alguns fabricantes, a busca por matéria prima mais barata ou de procedência duvidosa. Ou se não, a criação de produtos de baixo custo, mesmo que para isso seja necessário prejudicar a qualidade do produto. Por isso é preciso estar atento com os produtos que compramos e sempre buscar a qualidade junto aos nossos fornecedores.

 Atenciosamente,

C.M.



Salão da automação 2009
09/06/2009, 16:15
Filed under: automação, Cabos | Tags: , ,

Na próxima semana, nos dias 17,18 e 19 de junho de 2009, ocorrera em São Paulo o salão da automação organizado pela Aureside (Associação Brasileira de Automação Residencial).

 Nessa feira devem estar presentes os maiores fabricantes de equipamentos para o setor, que alem de apresentar seus produtos, darão palestras gratuitas sobre temas variáveis.

A DISCABOS estará presente e falara sobre cabeamento para automação e Audio e Vídeo. A palestra é gratuita e será realizada no dia 18 de junho as 14:30 da tarde.

Ao mesmo tempo, no período da manha, ocorrem os congressos da Habitar 2009. La são abordadas diversos aspectos do mercado de automação, com palestrantes de renome no mercado nacional. As inscrições para a Habitar 2009 podem ser feitas através do link abaixo:

 http://www.aureside.org.br/base2.asp?file=habitar/hab09_plenario.asp

 

Esperamos a vista de todos.

 

Abraço.

 

C.M.



O tal do HDMI 1.4
29/05/2009, 9:27
Filed under: Cabos, home theater | Tags:

 Há algum tempo, ventilam na imprensa de tecnologia, atualizações sobre a versão atual do HDMI.

Ontem a HDMI org. liberou mais informações mostrando para que caminho deve seguir essa nova versão.

O caminho da interatividade, como já temos visto, será buscado nessa nova versão. Os futuros chips e cabos poderão mandar alem de sinal de Audio e Video de alta definição, informação de rede ethernet, alem de informações de retorno para a fonte. Será bem interessante, pois o cabo poderá levar ethernet em dois canais (ida e retorno) sem a necessidade do cabo CAT5 ligado ao equipamento. Tudo correra pelo cabo HDMI 1.4V (claro que para isso, seu equipamento deve ter esses chips e essa entrada.

Especificamente sobre o cabo, não existem muitas informações ainda. Comenta-se sobre a possibilidade de criar um cabo um pouco mais fino (conector), o que facilitaria em algumas áreas o manuseio. E de criar algumas faixas de cabos, separadas pela resolução que o cabo suportaria.

Os modelos, a priori, seriam:

  • Cabo HDMI Standard – Suportara banda ate resolução de 1080i/60 hz de freqüência.
  • Cabo HDMI de alta velocidade – Suportara resoluções acima de 1080p, incluindo deep color e xvYCC e  novos recursos com imagem 3D.
  • Cabo HDMI Standard com Ethernet – Segue o mesmo padrão do cabo Standard, com o adicional de poder receber informações da rede Ethernet.
  • Cabo HDMI alta velocidade com Ethernet – Segue o mesmo padrão do cabo alta velocidade, com o adicional de poder receber informações da rede Ethernet.
  • Cabo HDMI automotivo – cabo para ser utilizado no segmento de alta resolução de displays automotivos.

Como a quantidade de informação devera aumentar (comenta-se que a banda poderá chegar ate 100 Gbps.), será estudado alguma alternativa para aumentar essa banda dos cabos, contudo, os cabos atuais ainda servirão nos novos chips. Assim quem tem seu cabo hoje, não precisa se preocupar em jogar ele fora e correr as compras. Ainda deverão ser estudados os novos chips, assim os equipamentos deverão ser trocados, antes que se pense na troca do cabo.

Aguardem que em breve postaremos mais novidades a respeito dessas novas especificações. A HDMI org. promete liberar elas em 30 de junho, no momento eles ainda não relataram as modificações necessárias.

Abraço.

C.M.



Feira de Segurança SP
27/05/2009, 11:00
Filed under: automação, Segurança | Tags: , ,

Este comentário esta um pouco atrasado. Fui visitar a feira de segurança em São Paulo realizada duas semanas atrás no Espaço Imigrantes.

Foi um evento interessante, muitas câmeras, de todo os tipos que você pode imaginar.

Como todo mercado segue tendências, parece que agora a moda são as fechaduras biométricas, aquelas que você coloca o dedo para identificação e abertura das portas. Tinham mais de 20 importadores e fabricantes. Vi uma bem interessante, que acompanhava um painel de LCD, onde você podia controlar outras funções do local através de interface com o sistema de automação.

Sobre o cabeamento, havia poucas novidades. Os cabos mais usados para esse segmento são os da família RG (59 e 6) com diferentes níveis de blindagem.RGC-59

 E o cabo RF 4mm com e sem alimentação. Existem poucas novidades nesse mercado.

Eu estava acompanhado de um amigo italiano. Ele trabalha com instalações de segurança na Itália, e pareceu muito estranho para ele, que não existem normas de cabeamento relacionadas a esse segmento. Assim cada instalador pode usar o material que quiser, ou apenas seguir o que o cliente dele pedir. Na Europa, existe uma especificação exata de como deve ser o cabo utilizado em cada instalação, relacionando, inclusive, a quantidade de cobre que deve haver em cada fio.

O interessante foi que ao visitarmos alguns stands de cabos para câmera e alarme, nos deparamos com algo no mínimo cômico. Ao falar sobre um fio de alarme, o fabricante dizia que o cabo era 2×22 awg ou 0,60 mm2 de cobre. Achamos estranha essa informação, visto que 22 awg se refere a 0,30 mm2 de cobre. Chamamos um representante e perguntamos a respeito dessa questão. Ele disse: “Esta correto, 2×22 awg, igual a 0,60 mm2″. Não me contive e perguntei: ” Como pode ser possível isso, se 22 awg são somente 0,30 mMANGA-3Xm2 ?”. Então veio a “perola” do dia : ” Então, cada filamento tem 0,30 mm2, como são dois filamentos, é igual a 0,60 mm2 !”. INACREDITÁVEL !  Ele estava somando as espessuras de cada cabo e divulgando como se fosse 0,60 mm2, mas na verdade cada sinal corre no seu fio individual, apenas nos 0,30 mm2 dele. Em resumo, se a pessoa colocasse uma carga que fosse suportada em 0,60 mm2 ali, poderia queimar o cabo e ate sofrer outros problemas.

Meu amigo italiano não acreditou no que ouviu. Ate hoje quando falo com ele, ainda me pergunta se aquilo era verdade. Algo impensável em mercados que trabalham com padrões mais rigorosos de qualidade e ética para com os consumidores.

C.M.



sera que todos os cabos HDMI sao iguais ??
25/05/2009, 10:09
Filed under: Cabos | Tags: ,

Esse final de semana, fui testar um cabo que um cliente me enviou pelo correio.

Segundo ele, o cabo foi adquirido em uma eletrônica, sem marca especifica, e tinha um ótimo custo. O cabo tinha 10 mts e apresentava problemas na imagem, ele desconfiava que o cabo estivesse com defeito ou com o plug danificado.

Quando recebi o cabo, fiz uma primeira analise visual, e os plugs pareciam intactos. Testei ele em nosso equipamento de testes HDMI, que me acusa qualquer tipo de defeito em todos os pontos dos plugs e todos os fios, demonstrando exatamente em qual ponto o defeito se encontra, caso ele exista. O cabo passou sem problemas. Forcei um pouco o plug para ver se era mal contato .. e nada. Esse equipamento não mostra a qualidade ou a velocidade do sinal que corre ali dentro, ele apenas me diz se tem algum problema interno ou se todos os contatos estão perfeitos.

Como o cabo passou nesse teste, eu imaginei que era algum problema no equipamento do meu amigo, ou o cabo era construído com matérias de baixa qualidade. Como não podia destruir o cabo para analisar a sua construção, levei ele para testar na pratica, ligando-o a um DVD e TV.

O vídeo segue abaixo:

Como vocês podem perceber, ao colocar a resolução standard de 480p a imagem aparece sem chiado (riscos horizontais brancos e falhas no áudio), quando a resolução é aumentada para 720p ou 1080i, aparecem diversos riscos brancos na horizontal e o áudio fica muito falho.

Vocês já ouviram pessoas dizerem: “cabo HDMI é tudo igual. è digital, 0 e 1, ou a informação chega ou na chega ! ”

Por esse vídeo, vocês percebem que não é assim que funciona.

Apesar da informação ser digital, ela pode sofrer problemas de transmissão, pois é conduzida por um metal de baixa qualidade nesse exemplo acima. Assim, quando você manda um sinal menos pesado (baixa resolução), ele consegue chegar ao destino, apresentando pouco ou quase nenhuma interferência (jitter). Quando aumentamos a resolução, tornando o sinal mais pesado, a dificuldade do sinal trafegar por um metal de baixa qualidade, dificulta que o receptor (display) entenda o sinal, ou o “0 e 1”. Assim o sinal chega, porem chega com falhas e apesar de ele aparecer na tela, você nota uma imensa interferência ao sinal.

Fica claro, que essa história do sinal chegar ou não é errada. Qualquer sinal elétrico, que trafega por superfícies metálicas, dependera da qualidade do metal empregado para ter uma velocidade de transmissão adequada e não sofrer perdas ocasionadas pelas interferências (jitter), que em ultima analise proporciona uma dificuldade ao receptor em entender o sinal original enviado pelo transmissor.

O sinal chega ….. mas “daquele jeito “.

Como diriam os amigos do Discovery Channel: “Todos os cabos HDMI são iguais ?  MITO !!” 

Pesquise, pergunte, teste antes de comprar um cabo ou investir em cabeamento para seu sistema. Voce pode gastar algo a mais no presente, mas com certeza, economizara e evitara dores de cabeça futuras.

Abraço.

C.M.