DiscaBlog


sera que todos os cabos HDMI sao iguais ?? by crismazza
25/05/2009, 10:09
Filed under: Cabos | Tags: ,

Esse final de semana, fui testar um cabo que um cliente me enviou pelo correio.

Segundo ele, o cabo foi adquirido em uma eletrônica, sem marca especifica, e tinha um ótimo custo. O cabo tinha 10 mts e apresentava problemas na imagem, ele desconfiava que o cabo estivesse com defeito ou com o plug danificado.

Quando recebi o cabo, fiz uma primeira analise visual, e os plugs pareciam intactos. Testei ele em nosso equipamento de testes HDMI, que me acusa qualquer tipo de defeito em todos os pontos dos plugs e todos os fios, demonstrando exatamente em qual ponto o defeito se encontra, caso ele exista. O cabo passou sem problemas. Forcei um pouco o plug para ver se era mal contato .. e nada. Esse equipamento não mostra a qualidade ou a velocidade do sinal que corre ali dentro, ele apenas me diz se tem algum problema interno ou se todos os contatos estão perfeitos.

Como o cabo passou nesse teste, eu imaginei que era algum problema no equipamento do meu amigo, ou o cabo era construído com matérias de baixa qualidade. Como não podia destruir o cabo para analisar a sua construção, levei ele para testar na pratica, ligando-o a um DVD e TV.

O vídeo segue abaixo:

Como vocês podem perceber, ao colocar a resolução standard de 480p a imagem aparece sem chiado (riscos horizontais brancos e falhas no áudio), quando a resolução é aumentada para 720p ou 1080i, aparecem diversos riscos brancos na horizontal e o áudio fica muito falho.

Vocês já ouviram pessoas dizerem: “cabo HDMI é tudo igual. è digital, 0 e 1, ou a informação chega ou na chega ! ”

Por esse vídeo, vocês percebem que não é assim que funciona.

Apesar da informação ser digital, ela pode sofrer problemas de transmissão, pois é conduzida por um metal de baixa qualidade nesse exemplo acima. Assim, quando você manda um sinal menos pesado (baixa resolução), ele consegue chegar ao destino, apresentando pouco ou quase nenhuma interferência (jitter). Quando aumentamos a resolução, tornando o sinal mais pesado, a dificuldade do sinal trafegar por um metal de baixa qualidade, dificulta que o receptor (display) entenda o sinal, ou o “0 e 1”. Assim o sinal chega, porem chega com falhas e apesar de ele aparecer na tela, você nota uma imensa interferência ao sinal.

Fica claro, que essa história do sinal chegar ou não é errada. Qualquer sinal elétrico, que trafega por superfícies metálicas, dependera da qualidade do metal empregado para ter uma velocidade de transmissão adequada e não sofrer perdas ocasionadas pelas interferências (jitter), que em ultima analise proporciona uma dificuldade ao receptor em entender o sinal original enviado pelo transmissor.

O sinal chega ….. mas “daquele jeito “.

Como diriam os amigos do Discovery Channel: “Todos os cabos HDMI são iguais ?  MITO !!” 

Pesquise, pergunte, teste antes de comprar um cabo ou investir em cabeamento para seu sistema. Voce pode gastar algo a mais no presente, mas com certeza, economizara e evitara dores de cabeça futuras.

Abraço.

C.M.

Anúncios


HDMI Bravo: Agradecemos os comentários by crismazza
20/05/2009, 12:41
Filed under: Cabos | Tags: , , , ,

Recebemos diversos comentários, dando parabéns pela matéria da revista Home Theater, que classificou nosso cabo HDMI como sendo um dos melhores do mercado.

Nas palavras deles : “ O HDMI Bravo 1.3 da Discabos è um excelente produto, e por tal motivo serviu como referencial a nortear a avaliação de todos os demais”.

hdmi_novo2 

Ficamos orgulhosos de saber que os clientes e mídia relacionada ao tema, tem apreciado muito esse cabo. Ele é fruto de longas pesquisas e desenvolvimentos, para trazer para o Brasil o que existe de melhor nessa tecnologia.

 Continuaremos desenvolvendo novidades, em breve divulgaremos novos produtos na versão 2009.

C.M.



qual cabo HDMI é melhor: 1.1, 1.2 ou 1.3 ?? by crismazza
11/05/2009, 15:58
Filed under: Cabos | Tags: , , , ,

Vamos começar logo, dismistificando isso:

NÃO EXISTE VERSAO PARA CABO HDMI.

É uma grande confusão que as pessoas fazem. Cabo HDMI so existe 1 tipo, todas as versões lançadas e atualizadas se referem aos chips e as novas informações que eles suportam.
Acontece que o cabo vai sendo modificado de acordo com as mudanças que o chip sofre.

A 4 anos atrás quando o HDMI foi inventado, não se imaginava em deep color e xvYCC (recursos atuais de cor que aumenta o bitrate para 12, aumentando muito a quantidade de informação), assim os cabos HDMI que foram lançados a quatro anos não previam esse aumento da informação e muitos foram projetados para passar ate 4 Gbps de informação, o que já naquela época não suportaria resolução 1080p (cerca de 5 Gbps), contudo poderia ter sido construído um cabo com maior largura de banda. Muitos não fizeram isso devido a baixa demanda do mercado por tais cabos. Vocês devem lembrar que a 4 anos atrás não existia essa febre do full HD.

HDMI

 
Existem varias empresas que continuam fazendo esses cabos mais simples, ou por desinformação ou por custo, normalmente pelas duas razões. Para baratear ainda mais, usam matéria prima de baixa qualidade.
As vezes funciona, as vezes não. Algumas pessoas me dizem que vale a pena mesmo assim, estragou joga fora e compra outro. Nos já achamos que o cabo deve ser bom e durar muito, cada um escolhe o tipo de material que ira fabricar. E os clientes escolhem o que vale a pena comprar.
Acontece que hoje em dia com toda banda que o player pode mandar, é necessário um cabo que suporte isso, e que va ate alem, visando que o cabo agüente bastante tempo.
A 2 anos atrás a versão 1.3 se mostrava muito alem do seu tempo, por isso não indicávamos a troca do cabo. Mesmo hoje muitas vezes não indicamos a troca do cabo, mesmo que foi comprado a algum tempo. Pois se o cabo suportar 5 Gbps, voce poderá ver conteúdo do blu Ray em full HD sem problemas.
Contudo , cada vez mais esse conteúdo vem aumentando. Hoje em dia, já encontramos media players que mandam mais de 6 Gbps de sinal. Assim se o cabo não suportar isso ele ira falhar.

hdmi-cabonovo3

Por isso, se usou por convenção, primeiramente, e no ano passado através do padrão 1.3 b, divulgado pela HDMI org. aumentar de forma “exagerada” o tamanho da largura de banda. Hoje o padrão 1.3 cat.2 (Maximo) chega a 10,2 Gbps, o que já é uma super estimativa do que temos disponivel, porem cada vez mais vem sendo completada.

Não existe um padrão para o cabo, nos apenas seguimos a quantidade de informação que a norma estipula. Como fica estranho ficar explicando isso para todos, usa-se chamar o cabo de 1.3, ou seja, ele consegue suportar as novas especificações dos chips 1.3

Abraço

C.M.



Novidades para Plugs HDMI by crismazza
14/04/2009, 16:52
Filed under: Cabos | Tags: , ,

Ola amigos.

Atualizando o tópico com mais novidades da industria e da organização HDMI.

A preocupação em melhorar essa conexão esta fazendo algumas industrias a criarem soluções bem criativas, porem nem todas são aprovadas e certificadas pela organização HDMI.

Mesmo algumas que são eficazes como abraçadeiras, fitas adesivas, prendedores e outros, parece que não tiveram a aprovação ate o momento. Parafusos laterais ou presas (como cabo RJ-45), trazem problemas de adaptação, pois os equipamentos não tem a fêmea para prender esses adaptadores.

O ideal são soluções que podem ser compatíveis com equipamentos que já existem no mercado, não necessitando a troca deles. Assim recentemente foi aprovado e certificado um cabo HDMI que traz uma fina película de ima na ponta dele (essa película esta na base do conector que fica apontada para o equipamento e entra em contato com a carcaça dele quando se conecta o cabo HDMI). Foi uma boa idéia realmente. A criadora desse sistema se chama Torrent.

Existe tambem o sistema através de adaptador articulado, que posiciona melhor o peso do cabo no conector, impedindo que esse quebre ou se solte facilmente.

adap_hdmi_180g_1  

 Alem disso algumas empresas la fora estão criando LEDS que vão dentro do plug e indicam se ele esta funcionando corretamente (abaixo segue uma foto. Nesse caso exageraram no led).

hdmi-com-luz2

Aqui não concordo plenamente com a solução, pois tal LED se alimenta dos 5V que circula pelo pino 18 do cabo HDMI. É possível que o cabo seja danificado nos seus pinos principais (de 1 a 12) e a luz continue acesa, não indicando o problema. Acaba sendo mais uma questão “estética” do que util.

 

C.M.



Aguardem, DP vem ai…e o bixo vai pegar !!! by crismazza
09/04/2009, 16:18
Filed under: Cabos | Tags: , , ,

Temos falado muito sobre HDMI hoje em dia, porem na industria ja estamos vislumbrando a nova tecnologia que deve tomar conta do cabeamento, especialmente no meio corporativo.

O nome dela é Display Port, ou DP para os intimos. 

250px-displayport-rid

Basicamente ele ira apresentar as mesmas facilidades e qualidades da conexao HDMI 1.3 V, porem suportara uma banda de 10,8 Gbps. Alem disso alguns “erros” do padrao HDMI serao corrigidos como a falta de uma trava para o conector e o tamanho do conector.

O plug apresenta 20 contatos, 1 a mais que o HDMI, e ja foi desenvolvido uma versao mini dele, do tamanho do USB mini, que facilitaria muito a passagem dele em tubos.

mini-dp-hdmi

Ele esta sendo esperado mais na linha corporativa, substituindo especialmente o DVI e o RGB (plug HD15) que sao grandes e complicam a vida dos instaladores. tera interface com HDMI atraves de adaptadores que irao facilitar a ligação com projetores e TVs.

 

 

 

 

Como sempre, uma das empresas que ja saiu na frente nesse segmento é a Apple. Eles lançaram recentemente notebooks da linha MacBook (pro e Air) com entrada para DP mini. Nesses equiapmentos ja nao existe mais saidas DVI e nem HD-15, ja demonstrando qual sera a tendencia do mercado.

mini-display-port-pc

 

 

 

No Brasil ainda nao tivemos a oportunidade de testar esse equipamento com o DP, mas as noticias que vem de fora sao muito boas.

Quando tiver mais novidades sobre o cabo eu posto aqui para voces.

Agora é esperar para ver.

 

C.M.



Comentarios do Bar …. by crismazza
09/04/2009, 9:53
Filed under: Cabos | Tags: , , ,

Ontem fui em uma festa a noite num famoso Pub aqui em São Paulo.

No meio da conversa, engatamos uma calorosa discussão sobre um dos principais assuntos do momento: PS3 !!

Uma das melhores invenções da Humanidade. Todos queriam opinar sobre qual o melhor jogo (para mim, GT5 disparado !).

Até que saiu um comentário de um amigo : “E os cabos ???  Puts, você vende cabo né Cris ???  Acabei de comprar uns cabos HDMI no e-bay, ele funciona na TV do meu cunhado, mas não funciona na minha. Reclamei para o cara que me vendeu, ele me mandou outro. Esses cabos são todos iguais !!!”

Como já era tarde, não quis entrar no mérito da “largura de banda e bitrate” !!! Até por que não queria perder a amizade ….

A forma de sabermos se um cabo suporta determinada informação, é saber se a largura de banda desse cabo é compatível com o tamanho da informação. Se ela for menor, ela não ira suportar a informação. As perdas podem ir desde chuviscos na tela, imagem que pisca, ate a falha total do cabo levando a não mostrar a imagem.

O calculo da largura de banda de um cabo é feito pela multiplicação da freqüência de banda que ele suporta pelo bit rate da informação que ira trafegar. Para um sistema hoje em full HD, ou seja 1080p, os Blue Ray mandam 165 Mhz e 10 bit de informação, isso equivale a 1,65Gbps por canal de informação. Assim, se o cabo não tiver essa largura de banda, devera apresentar defeitos na imagem. Esse deve ter sido o problema que ele teve.

Hoje em dia, já existe especificação da organização HDMI para se chegar ate 3,4Gbps por canal. Nossos cabos HDMI entram nessa configuração, sendo classificados com 1.3 CAT.2, que hoje é o padrão mais avançado que existe.

Pensando bem, eu deveria ter dado essa explicação no bar …..

Deixa para a próxima.



Splitter HDMI , sem ligar na energia. by crismazza
07/04/2009, 18:29
Filed under: home theater | Tags:

Há algum tempo atrás, me perguntaram sobre splitters e outros equipamentos para HDMI sem alimentação.
Na época, eu sugeri trabalhar com equipamentos que tivessem alimentação, pois apresentavam melhores resultados.
Alguma coisa mudou a respeito nesse tempo.

Demorou um pouco, mas depois de ler bastante a respeito e conversar com alguns engenheiros, tenho mais algumas informações.

A energia ou alimentação desses equipamentos continua importante, eu diria essencial. Contudo hoje, já se encontrou uma maneira muito eficaz de produzir equipamentos que se alimentam do cabo HDMI. Explicando melhor, hoje usamos o pino 18 do cabo para levar +5V de energia. Na grande maioria dos casos isso não é usado. O que se fez foi adaptar os equipamentos acessórios HDMI para trabalhar com esses 5 V, assim os novos modelos vem com input de 5V e fonte de alimentação que transforma a energia da tomada para 5V. Sendo assim eles trabalham perfeitamente.
Nesse caso, não precisam nem estar ligados na tomada, eles conseguem puxar os 5v que vem através do pino 18, ótima solução e muito pratica.

Contudo é importante ressaltar que o cabo HDMI tem que ter disponível os 5V na sua origem (ou equipamento transmissor) para poder levar ele ate o splitter, caso isso não ocorra o splitter não poderá ser alimentado pelo cabo HDMI , e por isso é necessário que ele tenha a opção de alimentação externa através da fonte.

Infelizmente, ainda é comum encontrarmos equipamentos que não mandam os 5V, por isso sempre considerem a importância de splitters que possam receber também alimentação externa.

Alem disso tenho visto apenas splitters que suportam ate 1,65 Gbps por canal sem a necessidade de usar alimentação externa. Isso é o bastante para usar com blue ray e resolução de 1080p. Contudo, alguns media centers mandam sinal com bit rate maior, devido novas tecnologias de cor. Assim o sinal pode chegar a 2,5 Gbps. Nesse caso, ate hoje não consegui encontrar um splitter sem ser ligado na energia que suporte essa informação. Assim para esse caso, seria interessante trabalhar com splitters ligado a rede elétrica.